sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Os Budas de Bamiyan: Uma lamentável história de intolerância


A cerca de 240 quilômetros da capital Cabul, uma região remota do Afeganistão, conhecida como Vale de Bamiyan, foi no passado uma importante localidade que fazia parte da célebre Rota da Seda, sendo um caminho que ligava a Índia à China e consequentemente muito utilizado por caravanas de viajantes e comerciantes.

Devido à proximidade com a Índia, um dos maiores países budistas da antiguidade, o Afeganistão recebeu grande influência dessa religião e consequentemente abrigou seus praticantes, que trouxeram consigo uma ampla bagagem cultural. Templos e monastérios foram erguidos e muitos monges passaram a viver no território afegão, sendo o Vale de Bamiyan uma das regiões mais influenciadas pelo budismo.