terça-feira, 23 de junho de 2015

Uma breve história das Armas de Fogo


O homem, dentre os vários animais que passaram por esse planeta, foi o único capaz de desenvolver armas que não faziam parte de seu corpo. Diferente dos demais mamíferos dotados de garras, dentes afiados e grande força corporal, tiveram de inventar objetos que suprissem essa carência de defesa natural. Ossos, pedras, pedaços de madeira entre muitos outros itens foram utilizados como armas durante a pré-história quando nossa capacidade de confecção de armas ainda era limitada.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Homem cria porão inspirado na série de games The Elder Scrolls


Tyler Kirkham, 32 anos, é mais um desses caras apaixonados por construções medievais e games de fantasia medieval. O norte-americano gostava tanto da temática que decidiu transformar o porão de sua casa em uma espécie de castelo inspirado na série de games The Elder Scrolls, porém com todo o tipo de conforto e entretenimento que a vida moderna disponibiliza.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

O Castelo da Torre de Garcia D'Ávila


1 – Introdução:
Em geral, atribui-se o período Medieval somente à historiografia do Velho Mundo, mais enfaticamente à Europa, continente esse que desenvolveu uma cultura singular durante os séculos V e XV. Contudo, uma outra linha histórica sugere que a Idade Média não se desintegrou quando Constantinopla foi tomada pelos turco-otomanos. O medievo permaneceu vivo por muitos séculos na vida dos europeus e sua mentalidade permanece até hoje enraizada em algumas comunidades do mundo. Inclusive, muitos elementos da era medieval também chegaram às Américas dentro da bagagem cultural que os navegantes ibéricos trouxeram.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

O Touro de Bronze (Touro de Fálaris)


Como sabemos, desde os primórdios de nossa espécie, o homem veio criando tecnologias e máquinas para matar seu semelhante. Elaboramos desde simples lanças feitas com madeira e pedra, até engenhosos maquinários com o melhor da tecnologia de suas épocas. Não há dúvidas de que a evolução desses objetos tenha atingido níveis alarmantes, como as armas de destruição em massa. Contudo, todos eles, dos mais rudimentares aos mais sofisticados, foram inventados com um único propósito: tirar vidas.